terça-feira, 19 de maio de 2009

MESMICE AUDITIVA

Trabalhar o dia inteiro online tem muitas vantagens, entre elas a possibilidade de ouvir música através da internet quando a playlist do meu Winamp já cansou. O problema é quando se percebe que por maior que sejam as possibilidades de rádios, todas elas tocam exatamente as mesmas coisas.

Já sintonizei as principais rádios de várias cidades desse país na esperança de encontrar algo diferente mas nada, é sempre a mesma coisa. A última tentativa foi procurar uma rádio no sul do país que pudesse oferecer algo diferenciado, mas nem a Atlântida me salvou. Nem me arrisco a sintonizar uma rádio nordestina ou do centro-oeste, as de Volta Redonda então, Deus me livre!

Por mais boa vontade que se tenha, não dá pra ouvir a mesma rádio por mais de cinco horas seguidas porque você certamente vai escutar as mesmas músicas pelo menos umas três vezes. Não aguento mais Lady Gaga, Black Eye Peas, Pussycat Dolls e companhia, isso sem falar da praga chamada hip hop que se espalha mais do que gripe suína. Onde foi parar a música brasileira? Só se ouve uma nacional a cada 15 internacionais e mesmo assim ela será do Jota Quest, do Skank ou do Chimarruts. Só tem isso acontecendo no Brasil!?

A não ser que você escolha uma rádio com som muito específico que só toque MPB ou rock ou então alguma que só toque flashbacks, todas as outras terão a programação exatamente igual, mudando apenas os locutores que, aliás, seguem uma linha padronizada de locução também.

Pelo visto não é só na televisão brasileira que se percebe uma enorme falta de criatividade, o sistema de rádio também agoniza. Meu Winamp tem dado um banho em muita Jovem Pan, Multishow e afins por aí.

2 comentários:

cintia sibucs disse...

eu odeio jovem pan!
é mesmo muito dificil e compartilho a sua dor amore... tsc tsc!

Mari disse...

Você não acha que as músicas lançamento tb não conseguem inovar? As vezes eu procuro algo diferente mas tá difícil de encontrar.