quarta-feira, 15 de abril de 2009

O FUTURO INCERTO DE MERCY JAMES

No início deste mês, um tribunal do Malaui cedeu a pressão dos ativistas locais e do grupo humanitário ActionAid e decidiu proibir que a cantora Madonna adotasse a pequena Mercy James, de apenas quatro anos de idade.

Um ativista local, de nome Mavuto Bamusi, tomou a frente na contestação da adoção e chamou a tentativa de "tráfico de crianças". Pois bem, será que o tal ativista pretende cuidar da sortuda/azarada Mercy James? Esse ativista pretende tirá-la do orfanato miserável no qual ela se encontra? Pretende dar casa, comida, educação, saneamento básico, amor e qualidade de vida a essa criança?

Vamos protestar e dizer que as crianças africanas estão sendo traficadas, mas o que faremos para melhorar a qualidade de vida delas!? É melhor uma criança crescendo infeliz num orfanato ou num lar abastado cercada de afeto e grandes possibilidades?

A ActionAid disse em comunicado à imprensa: "A adoção que Madonna pretende fazer no Maláui pode ajudar uma criança, mas não fará diferença aos milhões de crianças que vivem e morrem na pobreza no mundo em desenvolvimento." Ok, mas então vamos privar a pobre Mercy James de ter uma vida decente só porque não podemos salvar as milhões de crianças que vivem e morrem na pobreza no mundo!?

Para a sorte da órfã malauiana, a popstar não desistiu da adoção e pretende recorrer da decisão do tribunal, que exige que Madonna more por pelo menos 18 meses no país para poder concretizar a segunda adoção no Maláui. Vou torcer para que essa adoção seja concretizada, caso contrário, acredito que o tal ativista Mavuto Bamusi e o grupo humanitário ActionAid ganharão uma inimiga mortal daqui a alguns anos.

3 comentários:

Kérow More Ice disse...

Nossa, concordo com vc. Que sacanagem!

Bárbara Chantal disse...

Sacanagem!
Eu queria ser adotada pela Madonna!

cintia sibucs disse...

e vc sabe que ela pode tudo, heim?!