sábado, 18 de abril de 2009

QUERO VÊ-LA SORRIR, QUERO VÊ-LA CANTAR

Hoje é o baile de formatura de uma grande amiga. Não existe festa mais bacana do que uma festa de formatura, mesmo que não seja a nossa. Se estiverem muitos amigos reunidos então fica perfeita.

Eu sinto saudade da minha festa de formatura até hoje. Lembro de ter ido embora do baile quando os garçons já estavam expulsando os últimos bêbados que faziam questão de ficar até a última gota de cerveja. Arrisco dizer que é a parte da faculdade que mais sinto falta, e olha que foram quatro
anos muito divertidos, os melhores da minha vida. Alguns dos amigos que levarei para o resto da vida foram feitos durante os anos de 2001 a 2004.

Fora a comida e a bebida abundante e de graça, o que eu gosto mesmo numa festa de formatura é a possibilidade de dançar esquisito livremente. Estão todos abertos à dança esquisita, ninguém te olha torto, por mais esquisito que você dance.

Dançar esquisito é quase uma terapia. Se você nunca experimentou, não perca a oportunidade de chaqualhar o esqueleto dentro ou fora do ritmo, não importa. O importante mesmo é remexer o corpo e ser feliz.

5 comentários:

Mari disse...

É realmente mto bom!

cintia sibucs disse...

hahahahaha! confessa que vc gosta mesmo é de fazer a dança da bundinha, confessa!

amo essas festas tb, mas lá em casa sempre rolam essas dancinhas estranhas ¬¬

Bárbara Chantal disse...

me diz uma festa, que não esteja pelo menos 3 de nós que não rola dança esquisita???

Cessel disse...

Fato! Bastam três Legais e a pista de dança vira um palco de esquisitices.

Kérow More Ice disse...
Este comentário foi removido pelo autor.