domingo, 14 de setembro de 2008

O CLIMA NATURISTA

Aproveitei o encontro internacional de naturistas que aconteceu essa semana no Brasil para abordar esse tema aqui no Cotidiano. Já parou pra pensar como seriam nossas vidas se não usassemos roupas? Bom, de primeira já dá pra dizer que estilistas não teriam lugar no mercado de trabalho.

Provavelmente o sexo e as diferenças físicas não seriam tabus como são hoje em dia, porém, não acho muito legal essa onda de andar peladão por aí. Num mundo onde a privacidade anda tão escassa e as pessoas lutam para manter sua intimidade preservada, sair por aí exibindo tudo que se tem parece um tanto contraditório. Mas vá lá, cada um com seu cada qual.

Lembrei-me agora de um dos raros episódios de Sex and the City que vi, em que uma das personagens se sentia incomodada com o fato do namorado sentar pelado no sofá da sala e decide terminar com ele por conta disso. Concordo com a personagem que não recordo o nome, um tanto quanto anti-higiênico, não?

A foto ao lado é de um restaurante em Curitiba-PR. Confesso que até hoje não sei se é um restaurante onde as pessoas comem peladonas ou se foi apenas uma pegadinha da nossa rica língua portuguesa e na verdade é um restaurante naturalista.

Se for mesmo um restaurante para peladões, espero que o cozinheiro use, pelo menos, um aventalzinho na hora de preparar a comida.

2 comentários:

Kérow More Ice disse...

O que será que os naturistas discutem na conferência?

cintia sibucs disse...

já pensou se entra um monte de peladões para almoçar e se trata mesmo de um restaurante naturalista??
kkkkkkk!!!!
imagine a cena: eles vão chegando, umas 4 pessoas, e logo na entrada já vão tirando a roupa e quando entram... tchãram!