terça-feira, 16 de setembro de 2008

POLÍTICA NOSSA DE CADA DIA

Época de eleição é uma maravilha! Quem é candidato abraça velho, beija criança, faz sinal de "unidos venceremos" com pobre e por aí vai.

No início dessa semana vivi pessoalmente a arte da politicagem. Explico: trabalho há uns bons anos num bairro chamado Siderópolis, formado, basicamente, por aposentados e crianças, um bairro tranqüilo da zona sul volta-redondense. Pois bem, estava eu indo ao mercadinho da esquina quando um cidadão, aparentando uns 30 e poucos anos, passa e me cumprimenta com entusiasmo. Mesmo sem saber quem era, retribuí o cumprimento. Fui ao mercadinho e qual não foi minha surpresa ao voltar e ver um carro com um adesivo no vidro de trás (febre entre os candidatos da cidade) com a fuça do indivíduo e um "para vereador: meia mole, meia dura". Sinal amarelo!

Ao voltar para a agência, mencionei o ocorrido e fui informado que era um vizinho, morador da rua de trás da agência desde sempre. Sinal vermelho! Por que será que tenho a desconfiança de que se não estivéssemos em época de eleição e o suposto simpático não fosse candidato à vereador, eu jamais teria sido abordado de forma tão amigável e despretenciosa?

Vai vendo aí...

4 comentários:

Kérow More Ice disse...

Meu ex-chefe tem um termo muito bom para politicagem:
POLITITICA.


Adoro trocadilhos...

Fábio disse...

Eu simplesmente ignoro.
Finjo que não vi mesmo.
É engraçado ver que eles não estão preparados para serem rejeitados. Se você cumprimenta, é ignorado; se você ignora, os caras correm atrás.

Allyson disse...

Canalhas, por isso, vote no seu primo pq vc sabe que esse sempre te cumprumentará. eheheheh

Tati disse...

Eu passo por isso todo eleição e com gente da minha família... ehehehhe
Que bom que voltou o blog, querido!
Beijos