sexta-feira, 19 de setembro de 2008

ENTEDIAR E COÇAR É SÓ COMEÇAR

Gosto muito de ir ao teatro e é por essa razão que sempre que tenho a oportunidade vou com boa vontade, seja para rir ou parar chorar. O problema é quando você tem vontade de chorar quando deveria ter vontade de rir. Pior, você começa a bocejar em plena comédia. É essa a sensação que a peça Trair e Coçar é só Começar, encenada no início da semana em Volta Redonda, provoca. Por que aquelas pessoas insistem em representar uma história antiga, de humor batido e completamente ultrapassada?

Não duvido que a peça tenha sido um enorme sucesso quando surgiu, de fato deve ter sido bem inovadora em 1986, mas em 2008, nem peça de teatro de colégio consegue ser pior do que aquilo, que me desculpe Marcos Caruso, o autor da peça. Por diversas vezes tive vergonha dos atores em cena, que não são ruins, mas imensamente prejudicados pela história pobre e infantilóide. O programa Sai de Baixo já esgotou a fórmula há muitos anos, vamos virar a página e partir para outra.

O estrago só não foi maior porque, graças à Deus, sou estudante e pago meia. Teria ficado deprimido se tivesse desembolsado R$ 40,00 para ver aquela besteira. A verdade é que depois de Terça Insana o humor nunca mais será o mesmo.


A empregada não foi a única torturada.

4 comentários:

Thiago disse...

Pois é. Não é um texto que faz uma boa peça. E mais, um péssimo texto pode se tornar vigoroso num espetáculo bem dirigido e estruturado. E estruturado para o teatro, que é uma linguagem muitíssimo diferente da televisiva. O que acontece, em muitos casos, é a tentativa de fisgar o espectador da TV, tranferindo a TV par o palco. O resultado é um grande blêfe.
Bom, mas o fato é que não vi essa peça, portanto meus comentários pretendem ser genéricos aqui.
Agora eu devo terminar o texto com uma piadinha, como é de costume. Vamos ver, vamos ver... Ah! Era uma festa de asteríscos...

cintia sibucs disse...

...e viva o Terça Insana!


bjs

Edineideandrade disse...

Eu tb bocejei.........

Anônimo disse...

necessario verificar:)